Governo de São Paulo anuncia 530 mil ligações de Esgoto na bacia do Pinheiros

Estimado em R$ 1,5 bi, projeto visa devolver o rio limpo à população

Até 2022, o governo do estado de São Paulo construirá a infraestrutura para a em mais de 530 mil imóveis de comunidades informais instaladas nas proximidades do Rio Pinheiros, na capital paulista. A previsão é do secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido. 

Segundo a pasta, por se tratar de comunidades instaladas em áreas irregulares, o tratamento do esgoto será feito por pequenas estações, chamadas de unidades de recuperação da qualidade da água, nos próprios córregos por onde o esgoto chegaria ao Rio Pinheiros. 

Rovena Rosa/Agência Brasil

“Teremos todas as comunidades em áreas informais dessa bacia tratadas dentro de uma lógica que é do tratamento no afluente, no próprio corpo, nas miniestações de tratamento”, explicou Penido, ao participar segunda-feira (26) do evento Brazil Water Week, promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes).

De acordo com o secretário, o esgoto dessas comunidades, em que não é possível “ir na porta”, por questões legais da informalidade, será tratado no próprio afluente.

O projeto Novo Rio Pinheiros prevê intervenções em áreas de todas as sub-bacias dos grandes afluentes do rio, onde vivem cerca de 3,3 milhões de pessoas.

Estimado em R$ 1,5 bilhão, o pacote de obras tem o objetivo de devolver o Rio Pinheiros limpo para a população até 2022.

Original de Agência Brasil

Tagged: , , ,

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.