MG: Cooperativismo mineiro movimentou R$ 60,8 bilhões em 2019

O cooperativismo mineiro prossegue em curva ascendente, registrando alta em sua movimentação pelo sexto ano consecutivo.

Em 2019, as cooperativas com sede em Minas Gerais movimentaram um total de R$ 60,8 bilhões – crescimento de 13,3% em relação 2018, quando foram registrados R$ 53,6 bilhões.

Também é destacada a participação do setor no Produto Interno Bruto (PIB) estadual, que ficou em 9,6%.

Os valores ganham ainda mais destaque quando comparados com o crescimento econômico de Minas Gerais e do Brasil.

No mesmo período, a economia no Estado teve queda de 0,3%, enquanto o Brasil obteve um aumento de apenas 1,1%.

Os dados foram apresentados durante um webinar especial do projeto OnCoop, realizado pelo Sistema Ocemg nesta segunda, dia 08 de junho, marcando o lançamento da 15ª edição Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro.

O debate contou com a abertura do presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato, e com a participação da economista Rita Mundim, além da professora da Fundação Dom Cabral, Kedma Mano Nascimento.

Para a economista Rita Mundim, os dados do anuário reafirmam que o cooperativismo é a forma alternativa e sustentável do capitalismo.

Ela previu ainda que “os números do cooperativismo em 2021, vão nos surpreender pelo protagonismo, mais uma vez, das cooperativas, em particular, das mineiras. É em momentos de crise como este que percebemos como essas instituições são fundamentais”.

Já a professora Kedma destacou o protagonismo do cooperativismo e dos líderes cooperativistas neste novo mundo que se apresentava, mesmo antes da pandemia, e a importância das lideranças se manterem atualizadas para que as cooperativas sigam crescendo.

Anuário do Cooperativismo Mineiro

A publicação aponta que cooperativismo segue também como um grande gerador de postos de trabalho, com um crescimento de 5% no quadro funcional ultrapassando a marca de 45 mil pessoas empregadas.

No ano passado, o segmento registrou também um crescimento de 10% no número de cooperados em Minas, o que equivale a 200 mil novos membros.

O cooperativismo possui forte papel econômico e social em Minas Gerais.

O segmento totaliza 1,9 milhão de cooperados, 45,6mil empregados, reunidos em 756 cooperativas.

As cooperativas geraram ainda R$ 1,7 bilhão em tributos, representando 4,1% do faturamento total de 2019.

Organizado pelo Sistema Ocemg, o Anuário é considerado referência para o segmento,trazendo o levantamento detalhado do setor no Estado, por meio da consolidação de dados enviados pelas próprias cooperativas, como informações econômico-financeiras, exportações, quadro social e funcional do segmento, contribuições do cooperativismo para a sociedade, investimentos, entre diversos outros indicadores.

O presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato, celebra os seguidos resultados positivos do cooperativismo em Minas Gerais.

“Os dados apresentados confirmam o forte desempenho do segmento no Estado. A contribuição do setor para o desenvolvimento econômico e sustentável, com geração de benefícios sociais, reforça o ambiente que queremos para o futuro, de crescimento, desenvolvimento e sustentabilidade.”, afirma.

A força do cooperativismo mineiro

De acordo com o Anuário, os três ramos do cooperativismo mineiro responsáveis pela maior parte da movimentação de renda em Minas Gerais foram Agropecuário, Crédito e Saúde.

Juntos, eles movimentaramR$ 59,1 bilhões, o que representa97,2% dos R$ 60,8 bilhões.

Já os segmentos que mais geraram postos de trabalho foram Crédito, com 939novos empregados; Agro, com 832contratados e o Saúde, com 454novos empregados.

O ramo Agropecuário apresentou uma movimentação econômica de R$ 23,2 bilhões, apresentando um crescimento de 12% em relação a 2018.

Minas Gerais é o maior produtor nacional de café e leite, respondendo por 50% e 25% da produção nacional, respectivamente.

As cooperativas mineiras são responsáveis por 69% de toda a produção de café e por 19,4% de todo o leite do Estado em 2019.

Além de terem importante participação no mercado interno, as cooperativas mineiras também exercem um relevante papel nas exportações, com mais de 393,6 mil toneladas de café; mais de 1,3 mil toneladas de carne suína; mais de 57 toneladas de mel; e mais de 5,4 toneladas de própolis.

O Anuário

O Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro é uma publicação anual do Sistema Ocemg que faz uma verdadeira radiografia do setor no Estado.

A iniciativa consolida dados como movimentação econômica do segmento, número de cooperativas, quantidade de empregos gerados, participação do setor no Produto Interno Bruto de Minas, entre outros.

Além disso, o anuário apresenta o ranking com as principais cooperativas mineiras por ramo. O conteúdo completo do anuário pode ser acessado pelo site.

O levantamento também está disponível pelo aplicativo “Cooperativismo em Minas“, com download gratuito no Google Play e na Apple Store.

Sua versão atual traz uma ampliação em relação à anterior. Os usuários podem encontrar os dados mais recentes de um dos segmentos que mais crescem no país, os principais rankings das cooperativas mineiras em 2019, a Calculadora do Leite e as novidades do Catálogo Digital de Produtos e Serviços, onde poderão ser visualizadas informações gerais, contatos e rota do Google Maps, que indica a localização da pessoa até a cooperativa.

Os dados estão separados por segmentação e trazem, por exemplo, cooperativas que fornecem frutas, café, queijo ou aquelas que oferecem serviços financeiros, de saúde ou de transporte.

O foco da organização com o aperfeiçoamento da ferramenta é facilitar o acesso do público às informações sobre o cooperativismo mineiro.

O Sistema Ocemg é formado pela junção de duas instituições: o Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Ocemg), órgão de representação política, sindical-patronal e de defesa do cooperativismo no Estado; e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Minas Gerais (Sescoop-MG), responsável pelas atividades de formação profissional, monitoramento e promoção social das diversas cooperativas de Minas.

Tagged: , ,

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.