Dicas: 9 fundos de ações com melhores rendimentos até maio

A COVID-19 mexeu com a de e a volatilidade deixou o em alerta.

No entanto, o de foi uma das categorias dos fundos de que mais teve captação líquida.

Desde 1 de março, foram cerca de R$ 9,8 bilhões de saldo entre depósitos e saques, de acordo com a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

Segundo Paulo Cunha, sócio fundador da iHUB Investimentos, os fundos que possuem melhor até o momento são aqueles, que na sua maioria, tiveram exposição ao dólar e com ações internacionais na carteira.

“São fundos que investem nos Estados Unidos ou que compram os chamados BDRs – recibos de ações de empresas americanas -, na bolsa local”, explica.

Abaixo, Cunha traz os 9 principais fundos de ações com patrimônio de até 100 milhões de reais, em relação ao percentual à rentabilidade anual, que tiveram os melhores rendimentos até final de maio de 2020, de acordo com dados da XP Investimentos. E, em seguida, aponta orientações para quem deseja operar na bolsa de valores nos próximos meses:

1.MS Global Oportunities: 41,04%

2.Western Asset FIA BDR Nivel I: 34,76%

3.Tred Bolsa Americana Dolar FIM: 26,40%

4.Sharp Long Biased Advisory FIC FIA:  10,58%

5.Truxt Long Bias Advisory FIC FIM:  7,31%

6.Geo Empresas Globais FIC FIA IE:  6,03%

7.NCH Maracanã FIA:  3,74%

8.Legg Mason Clearbridge US LArge Cap Growth FIA IE: 3,12%

9.Trend Tecnologia FIM : 2,78%

1.Como aplicar no fundo de ações?

O primeiro passo para investir é conhecer quais são os melhores fundos de ações no período. De acordo com dados da XP Investimentos, é possível ter essa referência com a lista apontada acima.  Além disso, é importante ter a expertise de como funciona o fundo de ações.

2.É possível investir em fundo de ações sem um profissional habilitado?  

Sim, porém, é importante ler a lâmina do fundo de ações, onde explica qual é o perfil do investidor, de quais estratégias utilizar e entender o histórico de rentabilidade.

É possível encontrar todas essas informações pelo regulamento do fundo da Comissão de Valores Mobiliários.

3.Qual o principal erro do investidor iniciante?

O erro mais comum está quando o investidor fica tentado aplicar o dinheiro no fundo de ações que está com a cota mais valorizada, portanto, apresenta uma das melhores rentabilidades passadas.

Mas, quando a cota exibe rentabilidades negativas consecutivas, o investidor fica com medo de perder mais do que investiu, e solicita o resgate no pior momento do fundo.

A dica está em observar a estratégia de alocação e a política de resgate, que diz em quantos dias o investidor poderá ter seu dinheiro na conta, após a solicitação do resgate. Há fundos que o prazo pode chegar a 90 dias.

4.Qual é o tempo de investimento ideal?

Fundos de ações são investimentos de , acima de 3 anos, pois apresentam rendimentos muito altos, porém podem passar por meses a fio com rentabilidade negativa ou abaixo do satisfatório.

É importante salientar que quando se carrega esse tipo de por períodos mais longos, os momentos de baixa ou de desempenho pífio fica diluído ao longo do tempo.

5.Qual é a melhor estratégia para investir?

A expertise de como e quando atuar no fundo de ações pode ser a peça chave para gerar resultados financeiros positivos. O gestor, consultor ou assessor de investimentos, o profissional dedicado a ajudar o investidor, é uma ótima estratégia para aqueles que desejam ter uma boa efetividade, principalmente por deter o conhecimento de quando é a melhor hora para comprar, vender ou resgatar.

Além disso, é válido ressaltar que, por meio dos fundos, o investidor pega “carona” com a expertise do gestor – o profissional que vive disso.

Em apenas uma aplicação vai existir uma carteira com diversas ações, o que acaba diluindo o risco individual de cada uma das empresas onde se está investindo.

O recomendado é existir confiança, uma vez que não tem como saber qual a carteira exata daquele fundo no momento do aporte (fundos são obrigados a divulgar suas posições, mas com 90 dias de atraso) e, além disso, os resgastes podem levar meses até o valor cair na conta e a cota vai sofrer flutuação neste período.

Agora, diretamente nas ações, o investidor tem de saber o que está fazendo, selecionar cuidadosamente os papeis e saber diversificar minimamente as posições para não incorrer em grandes riscos.

Por outro lado, quando decide sair basta enviar uma ordem de venda e o valor estará na conta em 2 dias.

Sobre Paulo Cunha

Paulo Cunha é sócio fundador da iHUB Investimentos, empresa especializada em assessoria de investimento.

Tagged: , , , , , , , , , ,

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.